USINAGEM E FABRICAÇÃO DE PEÇAS INDUSTRIAIS

Fone: (85) 3297.2063 / 3297.1053

O mecânico do futuro é um 'estudante eterno'

Mercado exige profissional sempre atento a novas tecnologias, que entenda de eletromecânica e informática

Da graxa para o computador, o perfil dos mecânicos de veículos mudou muito nos últimos anos. Esqueça a imagem do trabalhador de macacão sujo, da oficina bagunçada com calendários de mulheres nuas nas paredes. O novo profissional usa camisa sempre limpa por dentro da calça comprida, entende de computação e inovações tecnológicas e ainda conhece os princípios básicos de marketing e de um bom relacionamento com o cliente.


"O perfil do mecânico do futuro é evidenciado com a chegada da eletrônica embarcada e carros híbridos e elétricos no Brasil", explica o coordenador técnico da área automotiva do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), da unidade Boqueirão, em Curitiba, professor Adilson Aparecido Torquetto. Tanto que o Senai, que oferece cursos técnico, de qualificação e aprendizagem nesse área, não trata mais o profissional como mecânico, mas como eletromecânico automotivo.


Segundo o docente, o bom eletromecânico automotivo é aquele que busca o conhecimento técnico (cursos profissionalizantes), trabalha em equipe, está sempre uniformizado e em um ambiente limpo e organizado. Ele sabe diagnosticar defeitos do carro e passar para o cliente as informações de uma maneira simples. "Tem que ter a capacidade de adaptação a novas tecnologias, ser versátil e entender de mecânica, eletricidade e informática", afirma. E com a entrada no mercado brasileiro dos veículos híbridos e elétricos, novos cursos tornam-se obrigatórios a partir de agora, lembra Torquetto. "O eletromecânico automotivo deverá ter como pré-requisito em sua formação o conhecimento da NR10, que trata da segurança em instalações e serviços em eletricidade e cursos específicos desses veículos", avisa.

PASSADO E FUTURO

Mas não se pode esquecer que os veículos que antecederam as novas tecnologias também precisam de manutenção. Isso quer dizer que o "novo mecânico" precisa ter um pé no passado e outro no futuro. Afinal, segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), a idade média da frota circulante de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus é de oito anos e oito meses. Os dados são de 2014 e nesse ano a frota nacional de veículos chegou a 41,5 milhões de unidades. O Paraná tem a terceira maior frota do Brasil. No ano passado, segundo o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), o número de veículos em circulação no Estado chegou a 6.489.289 (carros, motos, ônibus e caminhões). Ficamos atrás de São Paulo (25,7 milhões de veículos) e Minas Gerais (9,4 milhões). Curitiba tem um quarto da frota estadual, com 1.406.049. Em seguida está Londrina, com 357.795, e Maringá, com 297.717.


São números que apontam para um bom campo de trabalho. "As oficinas estão bem de serviço", comenta Torquetto. O salário varia e muita gente já deve ter ouvido que um bom mecânico ganha tanto quanto um médico por hora trabalhada. "Não é bem assim", diverte-se o professor. Segundo ele, o salário médio mensal de um eletromecânico automotivo está entre R$ 1.600 a R$ 2.500 por oito horas/dia de trabalho. Em concessionárias, a média salarial gira entre R$ 2.000 e R$3.000, podendo subir ainda mais, dependendo da empresa. Torquetto conta que um ex-aluno do Senai que abriu uma oficina própria chega a ganhar R$ 8.000 por mês.

Fonte: folhaweb.com.br

Serviços e Produtos

Previous Next
Recuperação de Peças Industriais Recuperação de peças de desgaste dos mais diversos segmento industriais. Atendemos os seguintes...
Centro de usinagem CNC As maquinas CNC oferecem grande versatilidade para usinagem de diferentes tipos de peças, com...
Tornearia Contamos com tornos Tormax 30A, tormax 30B e Clever 32120, com capacidade de usinar peças até...
Fresa Nossas fresadoras universais e ferramenteiras nos dão versatilidade, porque permite que sejam...
Plaina Possuímos plaina limadora, para usinar peças de até 900mm para usinar peças de tamanho médio ou...
Caldeiraria Nossa caldeiraria possui Guilhotinas, Calandras e Viradeiras prontas para cortar e virar chapas de...
Serralheria Trabalhamos com solda em; Alumínio, Antimônio, inox, Bronze e etc. (mig/mag, Tig, argônio,...